Quando Ryan tinha seis anos, sua professora falou sobre pessoas na África que não tinham acesso a água potável. Isso incomodou tanto o Ryan que ele começou a fazer tarefas em casa para arrecadar dinheiro e perfurar um poço na África. Menos de um ano depois, Ryan realizou seu sonho quando um poço era construído perto de Angolo, na Escola Primária em Uganda.

Meu primeiro contato com a história do Ryan foi lá pelos idos de 1999. Na época, recebi um e-mail com um slide (powerpoint) sobre um menino que financiava poços de água em algumas regiões da África. Era um período que muitos desses e-mails eram falsos e utilizavam de histórias comoventes (algumas verdadeiras, outras falsas) para distribuir vírus. Não cliquei no link que continha na apresentação, porém por algum motivo esse slide ficou vívido na minha memória.

Anos mais tarde, na antiga rede social orkut, encontrei postagens e grupos sobre o Ryan e sua Fundação. Desde então, acompanho seu trabalho e o considero um anjo na Terra. Apesar da pouca idade (atualmente 29 anos), dedicou e dedica sua vida ao próximo.

Não podemos ser felizes como raça humana, sabendo que pessoas ainda morrem de fome e sede.

Abaixo, nas palavras do Ryan, conheça um pedacinho da obra incrível que ele realiza.

MINHA HISTÓRIA É REALMENTE MUITO SIMPLES.

Um dia, em janeiro de 1998, eu estava sentado em minha sala de aula da primeira série. Minha professora, a Sra. Prest, explicou que as pessoas estavam doentes e algumas até morrendo porque não tinham água potável. Ela nos contou que algumas pessoas caminhavam horas na África e às vezes era só para pegar água suja.

Tudo que eu tive que fazer foi dar 10 passos da minha sala de aula para chegar ao bebedouro e eu tinha água limpa. Antes daquele dia na escola, imaginei que todos viviam como eu. Quando descobri que não era esse o caso, decidi que precisava fazer algo a respeito.

Então, fui para casa e implorei a minha mãe e meu pai para ajudar. Depois de alguns dias, eles me disseram que eu poderia fazer tarefas extras para ganhar os $70 dólares que achei que construiriam um poço. Achei que seria o suficiente para resolver o problema mundial da água. Trabalhei quatro meses para ganhar meus primeiros $70. Então, descobri que, na verdade, custaria $2.000 para construir um poço em um lugar como Uganda. Também descobri que o problema era muito maior do que eu imaginava.

Comecei a falar para clubes de serviço, classes escolares, para qualquer pessoa que quisesse ouvir minha história para que eu pudesse arrecadar dinheiro para meu primeiro poço na Escola Primária Angolo, em Uganda. Foi assim que meu pequeno projeto de primeiro grau se tornou a Ryan’s Well Foundation.

“A ÁGUA É ESSENCIAL PARA TODA A VIDA.”

Frequentei a University of King’s College em Halifax, na costa leste do Canadá, e me formei em 2014 com duas especialidades em Desenvolvimento Internacional e Ciências Políticas. Voltei para a Fundação como Gerente de Projetos e agora sou Diretor Executivo. Falo em todo o mundo sobre questões hídricas e sobre a importância de fazer a diferença, não importa quem você seja ou quantos anos você tem.

Meu trabalho não aconteceria sem o apoio de minha família e amigos. Meu amigo por correspondência de Uganda, Jimmy Akana, que conheci em minha primeira viagem a Uganda, agora é membro de nossa família. Jimmy é uma inspiração porque trabalha muito e tem uma visão positiva. Ele sempre tem um grande sorriso.

Meu conselho a qualquer pessoa é que, para fazer uma mudança positiva no mundo, você precisa encontrar algo pelo qual seja apaixonado e, então, tomar medidas para agir. Para mim, a questão é água e saneamento. A água é essencial para toda a vida. Espero que minha história seja um lembrete de que todos nós podemos fazer a diferença – ela se aplica a cada um de nós.

Vamos todos fazer nossa parte para tornar o mundo um lugar melhor.” Ryan.

2021 – 20 anos da Fundação Ryan’s Well Foundation

Como ajudar?

Você pode fazer uma doação diretamente para a Ryan’s Well Foundation, clicando aqui.

Conheça sobre todos os projetos: Ryan’s Well Foundation

Ajude a divulgar esse material para que mais pessoas conheçam essa história incrível. Espero que ela sirva para te inspirar a ajudar ainda mais o próximo.

Deixe um comentário

× Posso te ajudar?